Skip to content
  • Jayme Patrão e Zé Caetano
    :: EXPOSIÇÃO VIRTUAL ::
  • Rubens Ianelli – Passagens
    :: PINACOTECA MUNICIPAL ::
  • Retratos do Passado
    SALÃO EXPOSITIVO :: CHICO MENDES ::

Programação


Dia 24 de outubro | 15h

A Fundação Pró-Memória celebra os 71 anos da conquista da autonomia política e administração de São Caetano com esta mostra, que apresenta reproduções de imagens do Centro de Documentação Histórica da entidade, que traçam um panorama do movimento desde seus primeiros passos, até a realização da primeira eleição municipal. A abertura da exposição contará com a exibição do documentário Os Autonomistas, produzido pela Blá Filmes, e uma roda de conversa com a participação de integrantes do Grupo de Amigos do Movimento Autonomista.
O povo disse “sim”: São Caetano e sua autonomia

Outubro

A mostra contempla trabalhos de um grande chargista, Jayme da Costa Patrão. Um dos símbolos de seu trabalho foi o personagem Zé Caetano, símbolo figurativo de São Caetano, usado para mostrar os problemas da cidade, questionar as autoridades e reivindicar soluções. Patrão, além de chargista, desenhista, foi escritor, diretor de teatro e empresário. Participou do movimento autonomista de 1948.
Jayme Patrão e Zé Caetano – Personagens da história da autonomia

Dia 9 de outubro | 19h

Trabalhos dos alunos premiados no concurso de cartazes, como parte do projeto Google for Education. Esta parceria com o Centro de Capacitação dos Profissionais da Educação e com a Secretaria Municipal de Educação apresenta 19 produções, que ficam no local até 6 de novembro.
Exposição de Arte Google for Education

Dia 25 de outubro | 15h

Encerramento da exposição Rubens Ianelli - Passagens, com doação de escultura para o acervo da Pinacoteca Municipal de São Caetano do Sul e Roda de Conversa com o Artista, durante a qual Ianelli explicará o processo criativo envolvido na criação das obras da exposição. A roda de conversa contará com a presença do Núcleo de Pesquisa e Curadoria da Fundação das Artes e está aberta para o público em geral. Inscrições pelo e-mail: acaoeducativa@fpm.org.br.
Roda de conversa com o artista - Rubens Ianelli

Dia 17 de outubro | 18h

Fruto de dissertação de mestrado defendida pelo historiador Rodrigo Marzano Munari na Universidade de São Paulo, aborda o problema das eleições e da legislação eleitoral no Brasil do século 19, com ênfase na atuação eleitoral dos presidentes de província, figuras fundamentais do jogo político no Império brasileiro. O livro será comercializado pelo autor pelo valor R$ 20.
Deputados e delegados do poder monárquico: eleições e dinâmica política na província de São Paulo

Dia 2 de outubro | 18h

O livro apresenta um panorama do desenvolvimento da sociedade ocidental, chegando à pós-modernidade. Destina-se a estudantes de Pedagogia, educadores e  gestores da Educação Básica, pais e agentes públicos que têm como objetivo conhecer a natureza e as características dos atos de indisciplina, violência e bullying. Também indica formas de identificar, prevenir e minimizar a ocorrência e os efeitos desses atos, por meio de exemplos encontrados na realidade das escolas.

O livro será comercializado pela autora pelo valor de R$ 45.

Indisciplina, violência e bullying – Um desafio para os gestores escolares

Visitação até 21/02/2020

Retratos de famílias, homens, mulheres e crianças, feitos do final do século 19 até o início da década de 1930, de antigos moradores da cidade, integram a exposição. São imagens que apresentam suas singularidades, mas também demonstram diversos padrões,  presentes nas atitudes dos retratados e nos trajes, cenários e aparatos que constroem a linguagem do retrato da época. O evento marca a reabertura do Salão Expositivo da Fundação Pró-Memória, localizado no Espaço Verde Chico Mendes. Visitação até 21/02/2020.
Retratos do Passado

Até 31 de outubro

A mostra retrata por meio de objetos, documentos e fotos, a história dos bairros de São Caetano que ficam próximos da linha férrea, Fundação e Prosperidade. Este último, aliás, comemorou 55 anos de anexação a São Caetano em 2018.
Nos arredores da ferrovia: a formação dos bairros da Fundação e Prosperidade